• comercial18125

Arroz: mesmo sem tarifa de importação, preços seguirão elevados ao produtor, diz Cogo

Mesmo com a decisão do governo federal de zerar a alíquota de importação para 400 mil toneladas de arroz até 31 de dezembro deste ano, a tendência é de sustentação dos preços ao produtor, após as fortes altas registradas ao longo de julho e agosto. A análise é feita pela Cogo – Inteligência em Agronegócio.


Após atingir em setembro o patamar recorde nominal de R$ 107,07 por saco de 50 Kg, para o produto com média de 58% de grãos inteiros, FOB produtor Rio Grande do Sul, as cotações estão relativamente estáveis, com médias diárias entre R$ 105,33 e R$ 106,29 em outubro. O preço médio acumula uma alta de 121,3% em 2020 e de R$ 131,3% nos últimos 12 meses.

Com preços ultrapassando a paridade de exportação, as vendas externas sofreram forte queda em setembro, enquanto as importações registraram forte expansão no mesmo mês.


Fonte: Canal Rural



5 visualizações

Política de Privacidade

Endereço:

Rua: Sete de Setembro, 274

Sala CJ 501 Centro - Pelotas/RS
CEP 96015-300

Telefones:

(53) 3225-9330
(53) 3225-6908

(53) 3225-5621

(53) 9811-20578

E-Mail:

Cereagro 2020 -  Todos os direitos reservados