• comercial18125

Atraso recorde na colheita mexe no preço da soja?

Na visão dos analistas de mercado da AgResource Brasil, o atraso recorde na colheita do Brasil deve impactar diretamente no mercado da soja. “O persistente padrão de chuvas acima do normal nas principais regiões produtoras de soja do Brasil começa a trazer preocupações sobre o real impacto na produtividade final da atual temporada 20/21 de soja”, aponta a Consultoria.

Além disso, explicam os especialistas, há receio sobre como esse padrão pode influenciar os preços do grão diante um programa de escoamento recorde para o período. “Apesar de bem-vindas, as chuvas começaram a impactar negativamente, sobretudo para um híbrido com maturidade de ciclo longo, aumentando a incidência de ferrugem asiática, mofo branco e, em algumas regiões, o abortamento de vagens”, alertam os analistas de mercado da AgResource Brasil.

“Ainda é cedo para afirmar qual será o real impacto na produtividade final visto que a soja está em fase de formação de vagens e enchimento de grãos em muitas regiões. Mas, certamente, podemos inferir qual o impacto desse padrão climático no mercado dos grãos. Atraso na colheita da soja!”, conclui a Consultoria.


LOGÍSTICA

Ainda de acordo com a AgResource Brasil, após a fracassada greve dos caminhoneiros há uma expectativa de aumento do preço dos fretes. “Estudo do Grupo de Pesquisa e Extensão em Logística Agroindustrial (EsalqLog/USP) revelou que, com o atraso na colheita da soja, os preços do frete rodoviário devem registrar pico em março, momento em que a demanda já estaria diminuindo. Alguns trechos poderão ter o valor elevado em até 20%! Porém, no geral, a expectativa é que a maioria das rotas mantenha preços similares aos de 2019”, apontam os analistas da Consultoria.


Fonte: Agrolink




3 visualizações0 comentário