• comercial18125

Com ajuda do financeiro, fundos cessam liquidação e estancam mínimas dos grãos

O milho e a soja estão com o pouco mais de fôlego, com os fundos se posicionando, moderadamente, na ponta compradora após a liquidação que os dados de produção e estoques mais cheios proporcionaram.

A melhora da disposição para o risco também influi nesta quinta (14), quando se olha o dólar pouco mais enfraquecido mundialmente e o petróleo retomando seu suporte de alta após revisão do consumo pela Agência Internacional de Energia.

Mas os fundamentos baixistas ainda pairam sobre as commodities e deverão limitar as altas sempre que o mercado financeiro mostrar viés positivo, como nesta passagem da 10h25 (Brasília).

O milho para entrega em dezembro, na CBOT (Chicago), está em mais 0,78%, a U$$ 5, 16 o bushel.

E a soja se segura em alta em torno de 0,60%, a US$ 12,02, para liquidação em novembro.

Na terça, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), relatou produção mais elevada no país e estoques maiores, inclusive mundialmente, para os dois grãos.


Fonte: Money Times



3 visualizações0 comentário