• comercial18125

Cuba vai comprar arroz do Paraguai

O Serviço Nacional de Qualidade e Saúde de Sementes e Plantas (Senave) informou que o Ministério da Agricultura de Cuba autorizou oficialmente a aquisição do arroz paraguaio, razão pela qual agora se torna um novo mercado para este produto. O anúncio foi comemorado pela cadeia produtiva arrozeira, uma vez que Cuba é um dos grandes importadores do grão no Ocidente e costuma adquirir tanto dos demais países do Mercosul, em especial o Brasil, quanto da Ásia, em especial do Vietnã. A licença é para arroz branco, polido.

A carteira agrícola cubana havia comunicado a Senave sobre os requisitos fitossanitários exigidos pela ilha caribenha para a importação de grãos de arroz de origem paraguaia, o que implica a viabilização de seu mercado. O engenheiro agrônomo Rodrigo González, presidente da Senave, explicou que as ações foram realizadas em parceria com o (MAPA) e Ministério das Relações Exteriores.Ressalte-se que o arroz se consolida como item de exportação, visto que, nos últimos dez anos, registrou aumento sustentado dos volumes enviados ao exterior.

Agora as tratativas são com a empresa paraguaia que negocia a exportação de 30 toneladas de arroz para Cuba com a agência de fitossanidade da ilha caribenha. A expectativa é de que a negociação esteja fechada em 60 a 90 dias e os primeiros dois contêineres sejam embarcados. A negociação é realizada por empresas associadas à Câmara Paraguaia de Industriais do Arroz (Caparroz).

No ano passado, o Paraguai exportou um volume total de 843.080 toneladas de arroz (base casca) para 32 destinos, sendo o Brasil com larga vantagem o maior cliente.


Fonte: Planeta Arroz



1 visualização0 comentário