• comercial18125

Dólar em queda faz preço da soja recuar no Brasil

O mercado brasileiro de soja voltou a apresentar cotações mais baixas nesta terça-feira, 2. A queda da oleaginosa na Bolsa de Chicago e a retração do dólar determinaram o movimento negativo para os preços no Brasil.

Com esse cenário, o mercado físico nacional travou. Ainda mais com as chuvas atrapalhando a colheita em muitas regiões. Sem evoluir nos trabalhos e com as cotações caindo, os produtores retraem-se na comercialização.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos recuou de R$ 166 para R$ 163. Na região das Missões, a cotação caiu de R$ 164 para R$ 162. No porto de Rio Grande, o preço passou de R$ 166 para R$ 165.

Em Cascavel, no Paraná, o preço caiu de R$ 173 para R$ 172 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca recuou de R$ 166 para R$ 165 a saca.

Em Rondonópolis (MT), a saca baixou de R$ 155 para R$ 153. Em Dourados (MS), a cotação caiu de R$ 158 para R$ 156,50 a saca. Em Rio Verde (GO), a saca permaneceu em R$ 160.

Chicago

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a terça com preços mais baixos para o grão e o óleo e mistos para o farelo. Em sessão bastante volátil, o grão, que mais cedo registrou fortes perdas, reduziu bastante a queda nas primeiras posições. Os contratos mais distantes, inclusive, já operam no território positivo. Um movimento de realização de lucros pressionou as cotações, em meio à força do dólar no mercado internacional. A proximidade da entrada da oferta do Brasil também pesou negativamente.

Os contratos da soja em grão com entrega em março fecharam com baixa de 10,50 centavos de dólar, ou 0,76% a US$ 13,54 por bushel. A posição maio teve cotação de US$ 13,50 por bushel, com recuo de 11,75 centavos ou 0,86%.

Nos subprodutos, a posição março do farelo caiu US$ 2,50 ou 0,58% a US$ 428 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em março fecharam a 44,32 centavos de dólar, baixa de 0,65 centavos ou 1,44%.

Dólar

O dólar comercial encerrou a sessão com baixa de 1,72%, sendo negociado a R$ 5,3540 para venda e a R$ 5,3520 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,3450 e a máxima de R$ 5,4210.


1 visualização0 comentário