• comercial18125

Em seminário virtual, ministra da agricultura ressalta a importância dos modelos de análises de dado

Durante a abertura do webinar Perspectivas para Agropecuária Safra 2021/22 – Edição Grãos, organizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta quinta-feira (26), a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, ressaltou a importância de se ampliar e aprimorar constantemente os modelos de análises de dados rurais, tarefa que confiou à Conab por considerar de grande relevância para a agricultura e a pecuária do país.


“A Conab tem trabalhado muito para aprimorar os modelos de análise de previsão de área. E agora estamos vendo os resultados. Neste ano, teremos o acréscimo de modelos de séries temporais e modelos econométricos de rentabilidade e de preços reais para a previsão da área agrícola para o próximo ciclo, o que certamente trará um maior refinamento dos dados apresentados. Quero parabenizar mais uma vez toda a equipe da Conab por esses esforços que agora começam a render frutos efetivos”, afirmou a ministra.


O presidente da Conab, Guilherme Ribeiro, também participou da abertura do webinar e falou sobre a previsão recorde da safra - 289,6 milhões de toneladas -, destacou o recorde na produção de milho e soja, além da permanência do Brasil como o maior exportador de soja do mundo. Ribeiro também mencionou a importância da Conab em prover inteligência agropecuária e o papel estratégico da Companhia em aprimorar metodologias e processos de análises e de levantamento de dados. “A Conab é a única instituição pública brasileira a elaborar um quadro de oferta e demanda das culturas agrícolas.”


O diretor do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), José Ronaldo Souza, afirmou que as perspectivas são positivas para o cenário mundial nos próximos anos e que o agronegócio será favorecido pela tendência de manutenção da alta dos preços internacionais das commodities agropecuárias e pela demanda externa aquecida. Em sua fala, o diretor do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Miguel Ivan Lacerda, deu detalhes sobre o funcionamento do Portal Agromet. “Isso vai revolucionar o modelo que temos sobre risco climático para cultura”, afirmou. Por sua vez, Durval Dourado, professor da Esalq/USP, abordou a modelagem de previsão de área e produtividade.


Sobre as Perspectivas – Nas Perspectivas para a Agropecuária, que chega ao seu oitavo ano, o leitor pode conferir estimativas detalhadas sobre área, produtividade, produção, consumo, exportações, importações, estoques, custos, preços e rentabilidade na Safra 2021/2022, além de um quadro de oferta e demanda, com as variáveis referentes às safras anteriores. O estudo também aborda questões como perspectivas econômicas, tendo como ponto de partida o desafiador cenário mundial.


Nesta publicação, foram adicionados modelos de séries temporais e modelos econométricos de rentabilidade e de preços reais para a previsão da área e produtividade agrícola para o próximo ciclo. Além disso, o documento conta também com cálculos da previsão do PIB Agropecuário em 2022, realizados pelo Ipea com base em dados da Conab.

As Perspectivas para a Agropecuária têm o objetivo de contribuir para a previsibilidade do setor, para a redução das assimetrias de informações e para o aumento da transparência das operações. A partir dos dados apresentados, diversos atores com participação no cenário agro poderão compreender o que esperar para o próximo ciclo e, por meio das análises, tomar decisões de maneira mais estratégica e com maior segurança.


(Fonte: Conab)







13 visualizações0 comentário