• comercial18125

PIB tem queda histórica, mas Agro mantém resultado positivo.

Setores de exportações e agropecuária registraram alta de 1,8% e 0,4%.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil sofreu uma queda histórica de 9,7% no segundo trimestre de 2020, em comparação com o mesmo período do ano, devido aos impactos da pandemia do novo coronavírus. Mesmo com a queda acentuada, algumas atividades foram menos impactadas, como exportações e agropecuária, únicos setores que registraram resultados positivos, com alta de 1,8% e 0,4%, respectivamente.

De acordo com a Federação da Agricultura do Estado do Paraná, o funcionamento e a logística da produção de alimentos foram assegurados desde o início da pandemia, o que garantiu a manutenção do agronegócio para atender as demandas de consumo. Isso também foi importante para os resultados positivos das exportações, que tem sua base no agro”, destaca o técnico do Departamento Técnico Econômico (DTE) do Sistema FAEP/SENAR-PR, Luiz Eliezer Ferreira.

Segundo Ferreira, a alta nas exportações está relacionada à cotação do dólar favorável e às commodities agrícolas produzidas pelo Brasil, principalmente carnes, soja e milho, além de petróleo e minérios. Apesar da pequena participação da agropecuária no cálculo do PIB – cerca de 5% –, o setor demonstra expressiva relevância para a economia brasileira, principalmente quando se engloba a cadeia de insumos, transporte, comercialização e agroindústrias – neste caso, podendo chegar a 21%.

Fonte: Aline Merladete - Agrolink


Política de Privacidade

Endereço:

Rua: Sete de Setembro, 274

Sala CJ 501 Centro - Pelotas/RS
CEP 96015-300

Telefones:

(53) 3225-9330
(53) 3225-6908

(53) 3225-5621

(53) 9811-20578

E-Mail:

Cereagro 2020 -  Todos os direitos reservados