• comercial18125

Preço da soja tem forte queda no Brasil acompanhado recuo em Chicago

Os preços da soja recuaram nas principais praças do país nesta segunda (14). Em algumas regiões, a queda foi bem acentuada, com tradings forçando um recuo na soja. A queda de Chicago e do dólar favoreceu esta movimentação.


Mas os produtores saíram do mercado, que travou. O foco neste momento é o clima e seu impacto sobre o potencial produtivo e o andamento da colheita.


Em Passo Fundo (RS), a saca de soja com 60 quilos recuou de R$ 207 para R$ 206. Na região das Missões, a cotação baixou de R$ 206 para R$ 205. No Porto de Rio Grande, o preço caiu de R$ 206 para R$ 205.


Em Cascavel, no Paraná, o preço passou de R$ 192 para R$ 186 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca passou de R$ 197 para R$ 191.


Em Rondonópolis (MT), a saca ficou em R$ 182. Em Dourados (MS), a cotação permaneceu em R$ 185. Em Rio Verde (GO), a saca estabilizou em R$ 180.


Soja em Chicago


Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a segunda-feira com preços mais baixos. Notícias de chuvas na América do Sul durante o final de semana e a previsão de mais precipitações a partir do dia 20 ajudaram na realização de lucros.


O mercado de soja monitora ainda o conflito entre Rússia e Ucrânia, ainda que os impactos diretos para soja possam ser limitados. Mas hoje houve um movimento de correção generalizada nas commodities, em meio ao sentimento de o conflito possa ser resolvido de forma diplomática, impedindo prejuízos no fornecimento.


Os contratos da soja em grão com entrega em março fecharam com baixa de 13 centavos de dólar por bushel ou 0,82% a US$ 15,70 por bushel. A posição maio teve cotação de US$ 15,74 por bushel, com perda de 12,25 centavos ou 0,77%.


Nos subprodutos, a posição março do farelo fechou com baixa de US$ 8,20 ou 1,79% a US$ 448,40 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em março fecharam a 65,81 centavos de dólar, com alta de 0,09 centavo ou 0,13%.


Câmbio


O dólar comercial fechou em queda de 0,47%, cotado a R$ R$ 5,2190. A moeda norte-americana operou em baixa durante quase toda a sessão, impactada pela possibilidade de diálogo no confronto Rússia e Ucrânia. O forte fluxo estrangeiro também contribuiu para o real novamente ganhar terreno.


Fonte: Canal Rural



3 visualizações0 comentário