• comercial18125

Rússia recomenda que produtores de fertilizantes do país suspendam exportações

Há pouco, nesta sexta-feira (04), a Rússia informou, através do Ministério do Comércio e Indústria, a recomendação de suspensão temporária das exportações de fertilizantes pelos produtores do país. O Notícias Agrícolas confirmou a decisão através do site da pasta russa.


“Levando em conta a situação atual com o trabalho dos operadores logísticos estrangeiros e os riscos associados a eles, o Ministério da Indústria e Comércio da Rússia foi obrigado a recomendar aos fabricantes russos que suspendam temporariamente o envio de fertilizantes russos para exportação até que os transportadores retomem o ritmo de trabalho e forneçam garantias para a implementação completa das entregas de exportação de fertilizantes russos”, disse a nota.


A pasta não detalha que a recomendação está ligada com a guerra entre a Rússia e a Ucrânia que já dura mais de uma semana, apenas aponta os impactos logísticos para as entregas ao mundo, além de redução na produção desses produtos.


“Devido ao rápido crescimento dos preços mundiais do gás, muitas fábricas reduziram a produção de fertilizantes, o que só aumentou a demanda por produtos russos no mercado global”, aponta.


O ministério ainda destaca que, apesar da decisão, as restrições ao fornecimento de fertilizantes ao mundo podem causar um colapso nos mercados de alimentos globais. Além disso, o ministério garantiu que os agricultores russos têm garantia de fornecimento de fertilizantes.


“Isso cria riscos óbvios de quebra de safra e, como resultado, escassez de alimentos para os países da Europa Ocidental e Oriental, América Latina, Sul e Sudeste Asiático - afinal, é extremamente difícil ou mesmo impossível substituir os fertilizantes russos hoje”, complementou o ministério.


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) do Brasil foi procurado para comentar o assunto, mas ainda não retornou ao contato.


Fonte: Notícias Agrícolas



4 visualizações0 comentário