• comercial18125

Rabobank estima exportação e esmagamento recordes de soja no Brasil em 2022

A exportação de soja do Brasil pode alcançar novo recorde de 88 milhões de toneladas em 2022, considerando perspectiva de uma máxima histórica para a safra do maior produtor e exportador global da oleaginosa em 2021/22, estimou nesta quarta-feira o Rabobank.


O banco acrescentou ainda que, no caso de “melhora significativa” das margens de esmagamento na China (maior importador mundial), as exportações de soja brasileira poderiam ficar ainda maiores, somando mais de 90 milhões de toneladas.


A projeção indica uma continuidade da força do mercado vista neste ano. De janeiro a novembro, as exportações da oleaginosa brasileira estão estimadas em um recorde anual, faltando ainda um mês para o encerramento de 2021.


Segundo dados divulgados pela Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) na terça-feira, as exportações do soja do Brasil acumuladas no ano até o fechamento de novembro devem atingir 84,5 milhões de toneladas.


As estimativas do Rabobank são baseadas na expectativa de uma nova safra recorde em 2021/22, cujo plantio está em desenvolvimento. O banco manteve sua projeção de colheita em 142 milhões de toneladas para a oleaginosa.


“Com os preços elevados da soja no mercado internacional e a significativa desvalorização da taxa de câmbio, os preços seguem em patamares elevados ao produtor para esse próximo ciclo”, disse o Rabobank, apontando que isso deverá levar produtores a semear uma área histórica de 40 milhões de hectares.


O esmagamento de soja no Brasil também deve ter novo recorde de 47,5 milhões de toneladas no ano que vem, 1 milhão acima do volume processado em 2021.


“Em meio a esse cenário de aumento da disponibilidade de soja disponível no Brasil e leve aumento da demanda é esperada uma recomposição dos estoques de soja no mercado brasileiro ao final da safra 2021/22”, pontuou.


Em apresentação, o banco disse ainda que, em caso de confirmação do aumento da mistura mandatória para 13-14% de biodiesel no diesel em 2022, o esmagamento de soja no Brasil poderia ultrapassar 48 milhões de toneladas.


Milho


A instituição também projetou a produção total de milho do Brasil 2021/22 em 116 milhões de toneladas, com um aumento de 5% na área plantada total, para 20,8 milhões de hectares.


O ganho de área ocorre em meio à forte alta no mercado internacional alinhada com a desvalorização cambial e à restrição da oferta de milho no país em 2021.


Com uma esperada melhora na oferta em 2022, o banco estima que o volume exportado chegará a 37 milhões de toneladas de milho, 20 milhões acima do total de 2021.


Fonte: Money Times



1 visualização0 comentário