• comercial18125

Soja abre semana com leves altas em Chicago e mantém foco sobre clima nos EUA e derivados

Os preços da soja continuam subindo na Bolsa de Chicago nesta abertura de semana, depois da disparada da semana anterior. Perto de 7h30 (horário de Brasília), as cotações subiam entre 3,75 e 7 pontos nos principais vencimentos, levando o maio a US$ 15,46 e o setembro a US$ 13,86 por bushel. Mais cedo, o mercado da oleaginosa registrava ganhos de dois dígitos. Ainda na CBOT, os futuros dos derivados de soja também continuam subindo, com destaque para o óleo que subia cerca de 1% nos principais vencimentos, levando o contrato julho - que é o mais negociado agora - a 59,36 centavos de dólar por libra-peso, ajudando a puxar as cotações do grão. Do mesmo modo, subiam também os preços do milho e do trigo, que lideravam os ganhos em Chicago, com os traders ainda refletindo as questões climáticas nos EUA. As temperaturas permanecem baixas e as chuvas ainda limitadas. Todavia, as previsões já sinalizam melhoras esperadas e uma elevação das temperaturas a partir do início de maio. NO BRASIL Segundo explica Vlamir Brandalizze, consultor de mercado da Brandalizze Consulting, o mercado brasileiro poderá registrar alguns novos negócios nesta semana diante das necessidades de alguns produtores de fazer caixa para e quitar alguns compromissos financeiros. "Assim, o setor pode vir a mercado para aproveitar os bons indicativos que estão sendo praticados neste momento, com boas chances de fechamentos positivos para os produtores e assim negócios devem girar e todos de olho no mercado internacional, que seguirá nas mãos do clima para as lavouras dos EUA", diz. O consultor acredita que os patamares elevados na Bolsa de Chicago deverão continuar a trazer boas perspectivas de negócios nestes próximos dias, com cotações atrativas para os produtores. Aqui no Brasil, foco ainda sobre o dólar e o andamento dos prêmios.

Fonte:Notícias Agrícolas






0 visualização0 comentário