• comercial18125

Soja:Mercado em Chicago opera c/estabilidade e tom cauteloso antes do feriado nos EUA semana que vem

Os preços da soja voltaram a recuar na Bolsa de Chicago no início da tarde desta sexta-feira (17). Depois de testarem algumas pequenas altas mais cedo, perto de 12h20 (horário de Brasília), as cotações cediam entre 3,50 e 6 pontos nos principais contratos, levando o julho a US$ 17,03 e o agosto a US$ 16,26 por bushel.


O mercado teve mais uma semana agitada e agora se mostra mais cauteloso, também pelo feriado nos EUA na próxima segunda-feira, dia 20 de junho, dia em que as bolsas não funcionam. Mais do que isso, os traders precisam de mais novidades para seguirem se posicionando.


O mercado, embora ainda tenha muita influência do financeiro turbulento, mantém seu foco sobre os fundamentos, em especial o clima nos Estados Unidos. As condições esperadas para os próximos dias chamam atenção, já que os mapas sinalizam chuvas mal distribuídas e temperaturas mais elevadas na semana que vem.


E embora para algumas regiões esse quadro possa ser favorável, traz certa preocupação ao mercado, já que a nova safra americana é muito esperada para começar a retomar o equilíbrio entre oferta e demanda.


Há ainda a influência do conflito entre Rússia e Ucrânia, dos lockdowns na China e de seu impacto sobre o consumo chinês.


"A semana foi pra lá de turbulenta. Os destaques foram para o maior ciclo de aperto monetário nos EUA desde 1994-95; BC´s sincronizados, trazendo forte redução da liquidez; Combustíveis caros e menor crescimento global; a presença do La Niña e seus efeitos", explica o analista de mercado Eduardo Vanin, da Agrinvest Commodities.


Fonte: Notícias Agrícolas



2 visualizações0 comentário