• comercial18125

Soja: o investimento na safra 20/21 superou as expectativas!

Segundo a Emater-RS, o clima ainda é um dos fatores que mais preocupam os produtores do Rio Grande do Sul para esta próxima temporada.


O plantio da soja no Rio Grande do Sul será iniciado em outubro. Segundo o diretor técnico da Emater/RS, Alencar Rugeri, os produtores estão preparados para o começo dos trabalhos e o investimento nesta safra superou as expectativas.

“Com a estiagem e com preços diferenciados, havia uma expectativa de retração em relação à adoção de tecnologias, mas o produtor está bastante confiante na oportunidade que os preços estão dando. A relação de troca para o futuro está conveniente ao produtor”, comentou.


Rugeri explica que “da porteira para dentro, está tudo bem, mas a partir daí a situação é um pouco mais complexa”. Ele destaca o clima como principal preocupação, considerando que “não temos um quadro mais definido como o Centro-Oeste e outras regiões”.

Projeção de safra


A safra de soja do Rio Grande do Sul em 2020/2021 é projetada em 18,9 toneladas. O volume é 68,82% superior às 11,2 toneladas do ano passado. Esta é a primeira previsão da Emater/RS para a nova temporada. Conforme Rugeri, o cálculo de produção inicial leva em conta a tendência de produtividade com base no rendimento médio dos municípios consultados ao longo dos últimos dez anos. A produtividade em 2020/21 é esperada em 3,119 toneladas por hectare, 65,65% acima do ano passado..


A área plantada com soja no estado deve totalizar 6.074.620 hectares, alta de 1,55% ante os 5.981.671 hectares da safra anterior. Esta é a primeira vez que a superfície supera 6 milhões de hectares no Rio Grande do Sul. Estes números devem ser reajustados nos próximos meses.


Autofinanciamento


Para o diretor técnico da Emater, a atividade agrícola é “igual ao investimento na bolsa”, com alguns produtores que “preferem se arriscar mais” e tentam o autofinanciamento da safra. “Muitas vezes, acabam esbarrando em dificuldades”. O plantio da soja no Rio Grande do Sul será iniciado em outubro. Segundo o diretor técnico da Emater/RS, Alencar Rugeri, os produtores estão preparados para o começo dos trabalhos e o investimento nesta safra superou as expectativas. “Com a estiagem e com preços diferenciados, havia uma expectativa de retração em relação à adoção de tecnologias, mas o produtor está bastante confiante na oportunidade que os preços estão dando. A relação de troca para o futuro está conveniente ao produtor”, comentou. Rugeri explica que “da porteira para dentro, está tudo bem, mas a partir daí a situação é um pouco mais complexa”. Ele destaca o clima como principal preocupação, considerando que “não temos um quadro mais definido como o Centro-Oeste e outras regiões”.

Projeção de safra

A safra de soja do Rio Grande do Sul em 2020/2021 é projetada em 18,9 toneladas. O volume é 68,82% superior às 11,2 toneladas do ano passado. Esta é a primeira previsão da Emater/RS para a nova temporada. Conforme Rugeri, o cálculo de produção inicial leva em conta a tendência de produtividade com base no rendimento médio dos municípios consultados ao longo dos últimos dez anos. A produtividade em 2020/21 é esperada em 3,119 toneladas por hectare, 65,65% acima do ano passado. A área plantada com soja no estado deve totalizar 6.074.620 hectares, alta de 1,55% ante os 5.981.671 hectares da safra anterior. Esta é a primeira vez que a superfície supera 6 milhões de hectares no Rio Grande do Sul. Estes números devem ser reajustados nos próximos meses.

Autofinanciamento

Para o diretor técnico da Emater, a atividade agrícola é “igual ao investimento na bolsa”, com alguns produtores que “preferem se arriscar mais” e tentam o autofinanciamento da safra. “Muitas vezes, acabam esbarrando em dificuldades”.

Apesar dos riscos, este movimento de gestão da propriedade começa a ser observado e os resultados poderão ser observados mais adiante. “Alguns produtores estão experimentando, visualizando as oportunidades de negócios”, disse. De um modo geral, no entanto, a procura por crédito segue na média dos últimos anos.

Safras & Mercado

O mais recente levantamento de SAFRAS & Mercado estima uma área cultivada para o estado do Rio Grande do Sul de 6 milhões hectares de soja na safra 2020/21, alta de 0,3% ante os 5,98 milhões de hectares registrados na safra anterior (2019/20). A produção de soja deverá atingir 19,701 milhões de toneladas, 41,5% abaixo das 13,923 milhões de toneladas colhidas na safra 2019/20. O rendimento médio deve ficar em 3.300 quilos por hectare, acima dos 2.340 quilos colhidos na temporada passada.


Fonte: Canal Rural




Política de Privacidade

Endereço:

Rua: Sete de Setembro, 274

Sala CJ 501 Centro - Pelotas/RS
CEP 96015-300

Telefones:

(53) 3225-9330
(53) 3225-6908

(53) 3225-5621

(53) 9811-20578

E-Mail:

Cereagro 2020 -  Todos os direitos reservados