• comercial18125

Soja opera próxima de suas máximas em nove anos na Bolsa de Chicago nesta 4ª à espera do USDA

O mercado espera pelo novo relatório mensal de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) com preços em alta nesta quarta-feira (12) e próximos das máximas em nove anos na Bolsa de Chicago. Perto de 8h10 (horário de Brasília), os contratos mais negociados subiam entre 10,25 e 24,75 pontos, com as altas mais fortes nos vencimentos mais próximos e o julho/21 sendo cotado a US$ 16,39 por bushel. Além da espera pelos novos números do departamento americano, o mercado continua, segundo especialistas, refletindo a restrição severa de oferta, com estoques norte-americanos - e mundiais - muito apertados de soja. "A tendência altista continua em foco, bem como os estoques apertados antes da divulgação do USDA. Ninguém quer estar vendido antes do relatório", explica Ole Houe, diretor da consultoria Ikon Commodities à Reuters Internacional.


EXPECTATIVAS USDA - MAIO 2021


ESTOQUES FINAIS 2020/21

MILHO Média - 32,61 milhões de t Intervalo: 28,83 a 34,57 milhões de t Abril: 34,34 milhões de t⠀

SOJA Média: 3,21 milhões de T Intervalo: 2,86 a 3,54 milhões de t Abril: 3,27 milhões milhões de t


SAFRA 2021/22

Produção

MILHO Média - 382,82 milhões de t Intervalo: 357,88 a 384,2 milhões de t Safra 2020/21: 360,24 milhões de t⠀

SOJA 🥜 Média: 120,86 milhões de T Intervalo: 119,69 a 129,61 milhões de t Safra 2020/21: 112,54 milhões milhões de t


Estoques Finais

MILHO Média - 34,39 milhões de t Intervalo: 27,94 a 41,20 milhões de t

SOJA Média: 3,59 milhões de T Intervalo: 2,99 a 5,44 milhões de t

Fonte:Notícias Agrícolas



0 visualização0 comentário