• comercial18125

Soja volta a subir nesta 3ª e tem altas de mais de 1% com foco no clima para o Corn Belt

As baixas que foram registradas na sessão anterior estão sendo recuperadas na manhã desta terça-feira (20) pela soja na Bolsa de Chicago. Perto de 7h55 (horário de Brasília), as cotações subiam entre 17,75 e 20,50 pontos nos principais vencimentos, com o mercado novamente voltando seus olhos para os fundamentos, em especial o clima adverso nos EUA.


Assim, o contrato agosto era cotado a US$ 14,47 e o novembro, referência para a nova safra americana, US$ 13,93 por bushel. As condições seguem adversas para o desenvolvimento da nova safra dos Estados Unidos seguem desfavoráveis e as preocupações seguem se agravando. As chuvas dos últimos dias não têm sido muito volumosas ou bem distribuídas e para as próximas semanas os mapas mostram chuvas abaixo da média e temperaturas acima.


No mapa abaixo, do NOAA, o serviço oficial de clima dos EUA, mostra as previsão de chuvas para os próximos cinco dias, com a previsão de uma falta de umidade para estados-chave na produção do país como Iowa, Missouri, Nebraska, partes das Dakotas e de Minnesota.


Ainda assim, ontem o USDA trouxe uma leve correção de 1% no índice de lavouras de soja em boas ou excelentes condições nos Estados Unidos, passando de 59% para 60%.

2 visualizações0 comentário